CRISE DE ANO NOVO


Mudanças nos assustam.

Elas exigem esforço e readaptação para vencer os desafios e as circunstâncias inesperadas.

Mas, e se pudéssemos prever o futuro que começou agora?

Será que evitaríamos a ansiedade e o stress que podem nos assolar no ano novo que se iniciou?

Existe ainda, esperança para nos apegar?

Comecei 2020 com grandes expectativas. E, de presente ganhei nos últimos dias do ano a ansiedade de não saber o que realmente me espera. Confesso que amanheci perdido, ao tentar abraçar o mundo com minhas próprias mãos, digo ao adiantar e até mesmo realizar todos os projetos planejados para o ano em um único dia.

Provavelmente, todos nós esperamos que seja um ano incrível com muitas conquistas e realizações, contudo, não podemos controlar ou adivinhar o que de fato acontecerá.

Isso pode parecer uma dádiva ou maldição.

O lado positivo é que podemos nos voltar para o que realmente importa: a centralidade de Cristo e da sua Palavra em nossas vidas. O negativo é que podemos nos afogar em crises das mais diversas ordens.

Portanto, se você deseja utilizar esse momento para ser edificado e torna-lo um peso a menos, quero mostrar que é possível vencer as crises de ano novo com um antídoto secreto.

: )

A convicção das dificuldades

Saiba que nos últimos dias haverá tempos muito difíceis. Porque as pessoas só amarão a si mesmas e ao dinheiro. Serão arrogantes e orgulhosas, zombarão de Deus, desobedecerão a seus pais e serão ingratas e profanas. Não terão afeição nem perdoarão; caluniarão outros e não terão autocontrole. Serão cruéis e odiarão o que é bom, trairão os amigos, serão imprudentes e cheias de si e amarão os prazeres em vez de amar a Deus.1” 2 Tm 3:1-4

            Paulo expôs a Timóteo, no trecho em destaque, a realidade do período que precede a volta de Cristo, ou seja, nos últimos dias em que estamos vivendo: será marcado por dificuldades iminentes que revelam as características do pecado enraizado no coração do homem que trazem como consequência o amor ao prazer e corrói o temor a Deus.

            Aqui "prevermos" claramente o futuro que começou agora, marcado por dificuldades que podem ser superadas, quando encaradas da melhor forma. Quando encaradas de maneira bíblica. 

            Hedonismo é o termo empregado para designar essa teoria filosófica que defende o prazer  como maior bem supremo humano 2Infelizmente, muitos (se não todos) que acreditam nela, cometem equívocos e atrocidades para satisfazer seu “eu”. Eles têm liberdade para tal, entretanto, cedo ou tarde acabaram adquirindo ansiedade excessiva por descobrir que:

O maior bem supremo humano é ser e permanecer satisfeito em Deus

Como diria C. S Lewis:

“Se descubro em mim um desejo que nenhuma experiência deste mundo pode satisfazer, a explicação mais provável é que fui criado para outro mundo 3.”

            Tal fato pode ser exemplificado sob a ótica de que fomos criados para Ele e não para  nós mesmos (Rm 11:36). Sendo assim, buscar estar satisfeitos nEle através daquilo que O agrada e convém, não mediante nossos prazeres carnais, torna-se um imperativo para nós, os quais acreditamos em sua suficiência, apesar das crises.

            Afinal, quando estamos convictos da pecaminosidade oriunda da nossa natureza, podemos enxergar a necessidade de superar o vazio existencial que prazer algum nessa terra pode oferecer, exceto Deus. Assim, podemos ama-lo mais do que qualquer coisa.

Esperança para permanecer

            Paulo, posteriormente, exorta ainda:
         
“Você, porém, deve permanecer fiel àquilo que lhe foi ensinado. Sabe que é a verdade, pois conhece aqueles de quem aprendeu.12 Tm 3:14

            Em outras palavras, devemos nos apegar e sermos fieis tão somente a Palavra de Deus porque ela é a verdadeEla nos capacita para vencer toda e qualquer crise, incluindo, as inseguranças e ansiedades que o novo ano trás.

            Da mesma maneira, que sabemos que as dificuldades são reais (muitas vezes, inevitáveis) e podem nos alcançar, é através da Palavra que somos transformados, ensinados, corrigidos, capacitados e preparados para toda boa obra (2 Tm 3:16).

  • Por meio dela, percebemos o que está fora de ordem e podemos sabiamente lidar com o novo;
  • É Ela quem nos inspira e nos faz entender o coração de Deus;
  • Também nos auxilia a amar a Deus em vez dos prazeres e nós mesmos.


Sim, a Bíblia é um antídoto secreto muito valioso que muitos não valorizam.

Não aceite vãs filosofias ou sua antiga natureza pecaminosa que leva impreterivelmente a crises, ansiedades e ao afastamento em relação a Deus.

Apenas reconheça que Deus se revela através da Palavra!

Ele é o único que nos faz vencer as crises e receber o ano novo com esperança, pois não importa o que irá suceder. Ele está no centro de tudo e nos sustenta em meio às tempestades porque Ele é Deus. 

Não precisamos nos assustar com o novo, nem muito menos com as mudanças.

: )

Feliz 2020

Que Deus nos ajude a encarar todos os desafios com fé e muito amor pela Palavra.




REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

1 BÍBLIA SAGRADA, NOVA VERSÃO TRANSFORMADORA copyright © 2016 by Mundo Cristão. Used by permission of Associação Religiosa Editora Mundo Cristão, Todos os direitos reservados.

2  Essays on Ethics and Politics, Gordon H. Clark, Trinity Foundation, p.113-114. In: Hedonismo via Monergismo, traduzido por Neto, F.S.A. Acesso em: http://www.monergismo.com/textos/etica_crista/hedonismo_clark.pdf no dia 01 de Jan de 2020.

3 C.S. Lewis. Cristianismo Puro e Simples. 1ªEd. –Rio de Janeiro : Thomas Nelson Brasil, 2017. 


Nenhum comentário